Direitos Humanos e populações vulneráveis; novo projeto de pesquisa do DIHPOM

No mês de junho de 2021, o Projeto de Pesquisa “Direitos Humanos e Populações Vulneráveis”, encabeçado por docentes do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História da UFPR, foi contemplado com recursos da ordem R$ 100.000,00 (cem mil reais), através de emenda parlamentar do deputado federal pelo Paraná, Gustavo Fruet.

O Projeto é coordenado pela Professora Titular do Departamento de História Marion Brepohl, e, além de contar com docentes da própria UFPR, reúne pesquisadores de universidades do Brasil e do exterior, dentre elas: Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Nacional de General Sarmiento (UNGS/Argentina), Universidade Nacional de Bahia Blanca (UNBB/Argentina), Universidade de Genebra (Suiça).

O Projeto objetiva não somente destacar, mas aprofundar algumas temáticas que o Grupo de investigadores desenvolve desde o ano de 2013 e versam sobre o impacto de ações discriminatórias e violação de direitos contra setores vulnerabilizados da sociedade, mormente mulheres atingidas pela violência de gênero, indígenas e populações migratórias obrigadas a deslocamentos sistemáticos. Congregada em torno ao DIHPOM (Grupo de Direitos Humanos e Políticas de Memória), a rede de pesquisadores conta com inúmeras publicações de livros e artigos, e a realização de eventos nacionais e internacionais que repercutem a diversidade de temas e a urgência de debates a respeito das situações investigadas. Através dos recursos pelos quais o Grupo foi recentemente agraciado, e graças ao empenho e compromisso do deputado Gustavo Fruet, o Projeto “Direitos Humanos e Populações Vulneráveis” deverá propor ações efetivas ligadas à promoção de cidadania e de justiça restaurativa, educação para os direitos humanos, produção de material didático e atividades extensionistas, concederá bolsas de apoio técnico a profissionais da área de humanidades digitais e a discentes, oportunizando treinamento, e contato com um vasto escopo documental que deverá integrar a recém inaugurada Biblioteca Temática Digital Cidadania, Violência e Direitos Humanos do Dspace/UFPR (link: https://acervodigital.ufpr.br/handle/1884/58399).
Agradeço, dentre outros, a colaboração de Marcos Gonçalves, Roseli Boschilia, Angelo Priori, Carla Conradi, Angela Cherubin, Gina Paladino, Fernando Botton, Marcio Pereira, Davi Castro e Daniel Lvovich. Sei que são muito mais, mas para este projeto específico quero mencionar estes, logo, logo, virão mais notícias, mais nomes, mais felicitações, disto estou certa.
Em plena escuridão destes tempos tão terríveis para a área de humanidades, neste deserto, aparece um oásis e justo na área de Direitos Humanos. Obrigada, Gustavo!

Palavras-chave: ,

Deixe seu comentário!